Alimentação Doenças Crônicas

A relação entre hipertensão e alimentação saudável

Por:  

Daiichi Sankyo Brasil

16 de maio, 2022

0

Você sabia que os casos de hipertensão estão crescendo no Brasil? Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 38,1 milhões de brasileiros com 18 anos ou mais sofrem de hipertensão.¹

Muitas vezes, a hipertensão é assintomática e alguns hábitos diários podem ser fatores de risco para o seu desenvolvimento, como obesidade, tabagismo, sedentarismo, histórico familiar, estresse e hábitos alimentares não adequados.²

Uma rotina saudável é um dos principais fatores para prevenir a hipertensão. A prática de exercícios físicos e alimentação balanceada podem causar muitos efeitos positivos no seu coração.²

Qual é a relação entre hipertensão e alimentação saudável?

Um plano alimentar saudável é um fator de extrema importância na prevenção e tratamento da hipertensão arterial. Os nutrientes presentes em certos alimentos contribuem não só para a saúde do coração, mas para o organismo como um todo.²

É importante consultar um médico e um nutricionista para saber quais são as quantidades ideais para você, mas procure dar preferência ao consumo de frutas, hortaliças, cereais integrais e laticínios com baixo teor de gordura.²

Ficar de olho no sal também é muito importante nos cuidados com o coração. Evite o consumo de produtos ultraprocessados, temperos industrializados e excesso de sal na comida. Quando preparar os alimentos, utilize sal em pequenas quantidades, pois o consumo excessivo de sódio pode contribuir para o aumento da pressão arterial.

Dicas de alimentação para controlar e prevenir a hipertensão

1) Evite alimentos industrializados

Comidas industrializadas e processadas costumam conter grandes quantidades de sódio, o que não é indicado para a saúde do coração.² Portanto, sempre que possível, evite consumir alimentos como carnes processadas (presunto, mortadela e bacon, por exemplo), defumados, queijos gordurosos, temperos prontos, sopas preparadas, vegetais enlatados, biscoitos e frituras.²

2) Faça seus temperos caseiros

Temperos caseiros são melhores para a saúde e ainda mais saborosos. O alho, por exemplo, possui propriedades que podem ser benéficas para a redução da pressão e proteção cardiovascular.³

Outras opções gostosas e naturais são o orégano, o manjericão, o alecrim, o tomilho… O importante é priorizar temperos naturais.

3) Reduza a cafeína

O café e bebidas energéticas com cafeína podem levar a aumento da pressão arterial. Por isso, recomenda-se o consumo de quantidades baixas a moderadas.²

4) Priorize alimentos ricos em potássio, cálcio e magnésio

Esses três nutrientes auxiliam na prevenção da pressão arterial: o potássio consegue suprimir a hipertensão causada pelo consumo excessivo de sódio, já o cálcio e o magnésio podem favorecer a redução da pressão.⁴ Esses são alguns dos alimentos indicados:

  • Ricos em potássio: damasco, lentilha, ameixa, uva-passa, batata, feijão, suco de laranja, banana, espinafre, frango, iogurte, salmão.²
  • Ricos em cálcio: iogurte, queijos, sardinhas, leite, tofu, salmão, soja, espinafre, feijão, brócolis.⁴
  • Ricos em magnésio: chia, amêndoas, espinafre, castanha de caju, amendoim, feijão preto, batata, arroz integral, iogurte, banana.⁵

Se você gostou das dicas, não se esqueça de compartilhar esse post e continue de olho no nosso blog para saber mais sobre hipertensão e outras dicas de saúde.

Fontes:

1. Julião, N. A., Souza, A. de, & Guimarães, R. R. de M. (2021). Tendências na prevalência de hipertensão arterial sistêmica e na utilização de serviços de saúde no Brasil ao longo de uma década (2008-2019). In Ciência & Saúde Coletiva (Vol. 26, Issue 9, pp. 4007–4019).
2. Barroso WKS, Rodrigues CIS, Bortolotto LA, et al. Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial – 2020. Arq Bras Cardiol. 2021;116(3):516-658.
3. National Institutes of Health – Office of Dietary Supplements. Potassium – Fact Sheet for Health Professionals. Updated March 26, 2021. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/Potassium-HealthProfessional/
4. National Institutes of Health – Office of Dietary Supplements. Calcium – Fact Sheet for Health Professionals. Updated November 17, 2021. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/Calcium-HealthProfessional/
5. National Institutes of Health – Office of Dietary Supplements. Magnesium – Fact Sheet for Health Professionals. Updated March 1, 2022. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/magnesium-HealthProfessional/