Um coração fora do ritmo pode ser sinal de fibrilação atrial.

A fibrilação atrial é um tipo de arritmia muito comum que atinge cerca de 37 milhões de pessoas no mundo. Ela pode ser considerada uma das principais causas de AVC.1

O que é fibrilação atrial?

A fibrilação atrial é um subtipo de arritmia cardíaca. Ela é caracterizada pela alteração no ritmo de batimentos cardíacos, que podem ser rápidos e irregulares.2

Como a fibrilação atrial
se relaciona com o
AVC?

No momento em que os batimentos cardíacos começam a ocorrer de forma irregular, o sangue para de ser enviado para o ventrículo (cavidade cardíaca que bombeia o sangue ao corpo) e fica estagnado. Essa estagnação pode criar coágulos, que por sua vez podem se soltar, entrar na circulação sanguínea e bloquear importantes artérias do cérebro, causando o acidente vascular cerebral (AVC).2

Quais são seus principais sintomas?

A fibrilação atrial pode ser uma doença silenciosa e, com isso, difícil de ser diagnosticada. Porém, alguns sintomas podem ajudar a identificar a condição:

  • Palpitações no coração;4
  • Queda de pressão;5
  • Fadiga;4
  • Falta de ar.4

Causas da fibrilação atrial

Na maioria das vezes, a fibrilação atrial não tem uma causa específica, mas ela pode ocorrer por anomalias anatômicas de nascença ou lesões cardíacas.3 Alguns outros fatores de risco que podem estar relacionados são:

O que fazer caso eu sinta algum dos sintomas?

CONVERSE COM SEU CARDIOLOGISTA

O primeiro passo é buscar ajuda médica especializada. Portanto, Ouça seu Cardiologista, que é o profissional especializado em cuidar da saúde do coração.5

Mas não espere sintomas aparecerem para colocar a sua saúde em dia.6

A realização de checkups e exames preventivos para o coração é fundamental para diagnosticar ou até mesmo prevenir doenças cardíacas. Recomenda-se que pessoas sem histórico de doença no coração visitem um cardiologista pelo menos uma vez ao ano.6

E nos casos de histórico de problemas cardiológicos na família, visitas periódicas são indicadas para que seja realizado o acompanhamento adequado.6

Quer saber mais sobre a fibrilação atrial?

Confira nossos conteúdos:

Então ouça seu cardiologista.

Ele consegue ouvir seu coração.

Referências bibliográficas:

1. Lippi G, Sanchis-Gomar F, Cervellin G. Global epidemiology of atrial fibrillation: An increasing epidemic and public health challenge. Int J Stroke. 2021;16(2):217-221. 2. SOBRAC. Fibrilação atrial causa AVC/derrame. Disponível em: https://www.sobrac.org/campanha/fibrilacao-atrial-causa-avcderrame/. Acesso em: 9/11/2021. 3. Tua Saúde. Fibrilação Atrial: o que é, sintomas e tratamento. Disponível em: https://www.tuasaude.com/fibrilacao-atrial/. Acesso em: 9/11/21. 4. American Heart Association. What are the symptoms of Atrial Fibrillation (AFib or AF? Disponível em: https://www.heart.org/en/health-topics/atrial-fibrillation/what-are-the-symptoms-of-atrial-fibrillation-afib-or-af. Acesso em: 9/11/21. 5. Veja Saúde. O que é fibrilação atrial: causas, sintomas e tratamento. Disponível em: https://saude.abril.com.br/medicina/o-que-e-fibrilacao-atrial-causas-sintomas-e-tratamento/. Acesso em: 9/11/2021. 6. UOL. Drauzio Varella. Exames preventivos para o coração. Entrevista. Disponível em: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-cronicas/hipertensao/exames-preventivos-para-o-coracao-entrevista/. Acesso em: 9/11/2021.